7 de fevereiro de 2011

FÉ SOBRE AS ÁGUAS

Imagem da Internet
“É minha firme convicção que, se como pessoas, famílias, comunidades e nações pudéssemos, como Pedro, fixar os olhos em Jesus, também nós poderíamos caminhar triunfantemente sobre “as ondas crescentes da descrença” e permanecer “destemidos em meio aos ventos da incerteza”. Se, porém, desviarmos o olhar daquele em quem devemos crer como é tão fácil fazer e como o mundo está tentado a fazer-se fixarmos o
olhar no poder e na fúria dos elementos terríveis e destruidores que nos cercam, ao invés de o fixarmos naquele que nos pode auxiliar e salvar, então inevitavelmente afundaremos em um mar de conflitos, tristezas e desespero.
Nesses momentos, quando sentimos que as vagas ameaçam afogar-nos, e que o abismo das águas está prestes a engolfar o barco de nossa fé, que tomba de um lado para outro, oro para que ouçamos sempre, em meio à tempestade e à escuridão, as doces palavras do Salvador do mundo: ‘Tende bom ânimo; sou eu, não
temais’. (Mateus 14:27)(Mateus 14:22–23)”                                                                                                                 Presidente Howard W. Hunter                                                                                                                                                                                                 (A Liahona, janeiro de 1993, p. 20.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

compartilhe