21 de março de 2014

Buscar a Paz que Só Deus Pode Proporcionar...



24 de fevereiro de 2014


"Vinde a mim", Jesus falou E seu exemplo nos deixou
Para podermos nos guiar E em seus passos caminhar.

"Vinde a mim", falou Jesus Mostrando a senda que conduz
O oprimido coração Pelas veredas do perdão

Basta, então, somente ouvir, Fazer convênios sem cumprir?
Não, pois nos rege um dever Ao qual fiéis devemos ser.

Não só devemos imitar A sua vida exemplar
Neste estado terreal Mas, sim, também no imortal

Vamos em frente prosseguir Pela estrada do porvir
Seguindo os passos do Senhor Seja em que estera for.

Tronos, domínios e poder Glória eterna vamos ter
Sempre ouvindo até o fim Ao seu chamado: "Vinde a mim".

Texto: John Nicholson, 1839-1909
Música: Samuel McBurney, n. 1847





Certa vez eu li a expressão: "encarar a música", originada no Japão com a Orquestra Imperial. Pertencer àquela orquestra era algo de muito prestígio e havia um homem que queria desesperadamente participar dela. Ele sonhava em se apresentar para o imperador, mas não tinha qualquer talento musical. Esse homem era muito rico. Então ele ofereceu ao maestro uma grande quantia em dinheiro para que permitisse sua entrada na orquestra.

O maestro aceitou a oferta e deu-lhe uma flauta. Porém, instruiu-lhe para que, enquanto a orquestra tocasse, ele apenas segurasse a flauta junto aos lábios e movesse os dedos para dar a impressão a platéia de que ele estava realmente tocando. E, assim, aquele homem tornou-se membro da Orquestra Imperial. Ele fingia tocar sua flauta e todos pensavam que ele era um grande músico. Seu sonho de apresentar-se diante do imperador havia se realizado.

No entanto, certo dia um novo maestro assumiu o comando da orquestra e queria descobrir quão bons seus músicos eram. Por isso, anunciou que faria testes individuais com cada músico da Orquestra Imperial. O tal homem estava simplesmente apavorado, porque ele não sabia tocar uma única nota sequer. Seu fingimento havia sido desmascarado e ele foi forçado a admitir que era tudo uma farsa. Ele não pode "encarar a música."

Um dia estaremos diante de Deus. E, embora algumas pessoas consigam enganar brilhantemente outras pessoas, elas terão que "encarar a música". Se elas não tiverem sido sinceras, vão ser desmascaradas.

E você, como vai se apresentar? Talvez você até tenha conseguido enganar muito bem outras pessoas durante a sua vida toda. Mas, lembre-se: você não poderá enganar a Deus.
D.D.

22 de fevereiro de 2014

O exemplo dos pais pode conduzir um filho à segurança, 
retidão e felicidade.


20 de fevereiro de 2014

NUNCA É TARDE PARA EXERCER A FÉ!

































                      Eu sei que vive Meu Senhor


19 de fevereiro de 2014

Que alegria ter esta certeza...



18 de fevereiro de 2014

Esperança é a expectativa e o anseio confiantes pelas bênçãos prometidas aos justos. As escrituras frequentemente se referem à esperança como a expectativa da vida eterna pela fé em Jesus Cristo.

A palavra esperança às vezes é mal compreendida. Em nossa linguagem do dia-a-dia, a palavra frequentemente denota incerteza.(...) Na linguagem do evangelho, porém, a palavra esperança é segura, inabalável e ativa. Os profetas falam de uma “firme esperança” (Alma 34:41) e uma “viva esperança” (I Pedro 1:3). LDS




Ocorreu um erro neste gadget