4 de agosto de 2011

O Mundo Precisa de Edificadores - Presidente Uchtdorf


O Mundo Precisa de Edificadores, Declara o Presidente Uchtdorf para o Conselho de Assuntos 

Mundiais de Los Angeles


O mundo precisa de edificadores, e não de destruidores, disse o Presidente Dieter F. Uchtdorf, Segundo Conselheiro da Primeira Presidência, para 800 líderes comunitários, empresariais e religiosos que participaram do Conselho de Assuntos Mundiais realizado em Los Angeles, em 26 de maio de 2011.
“É preciso coragem (…) e humildade para deixar de lado o ódio, as divisões e as tradições que restringem e confinam as pessoas a uma cega sucessão de conduta destrutiva uns para com os outros”, disse o Presidente Uchtdorf. “Temos condições de derrubar as barreiras do ódio e de construir pontes de irmandade e compreensão entre culturas, crenças, religiões e visões de mundo opostas.”
O Conselho de Assuntos Mundiais de Los Angeles é uma organização não governamental dedicada à promoção da compreensão mundial. O grupo convida pessoas de diversas formações e religiões para falar. O antigo Presidente da Igreja, Gordon B. Hinckley, discursou para o Conselho de Assuntos Mundiais de Los Angeles, quando era Presidente da Igreja.
O Presidente Uchtdorf falou sobre o crescimento da Igreja, que passou de seis membros em 1830 para 14 milhões de santos dos últimos dias espalhados por todo o mundo atualmente.
“A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é uma religião mundial. Os princípios e as doutrinas que ela ensina têm a capacidade de beneficiar e elevar as pessoas de todas as nações, raças e culturas”, disse ele.
O Presidente Uchtdorf divulgou o número de membros e as estatísticas de construção da Igreja que ilustram o seu crescimento, mas disse que esses números não são o ponto principal.
“É importante reconhecer que o crescimento da Igreja não se trata meramente do número de membros, idiomas e edifícios. Nossa missão é levar almas a Cristo, essa é a parte mais importante, e assim melhorar a vida de nossos semelhantes. ensinamos, apoiamos e encorajamos todos os homens, mulheres e crianças a achegarem-se a Deus e a levarem uma vida caridosa e honrosa”, disse ele.
O Presidente Uchtdorf também falou sobre o trabalho da Igreja na educação e no auxílio de bem-estar e humanitário.
“O engajamento contínuo na melhoria da vida de nossos semelhantes não é apenas teoria teológica, embora facilmente possa se tornar apenas isso, mas trata-se, sim, da aplicação prática de doutrinas fundamentais do evangelho. Quanto mais tivermos o coração inclinado para Deus, mais desejo teremos de aliviar o sofrimento e ajudar as pessoas a tornarem-se autossuficientes”, disse ele.
O Presidente Uchtdorf disse que nesta época de incerteza e temor, ainda há esperança para a virtude, a moderação e os princípios morais divinos. Ele conclamou os que o ouviam a unirem-se à Igreja no “fortalecimento da família, na edificação de uma sociedade justa e no auxílio prestado a nossos irmãos e irmãs para que melhorem sua vida no mundo inteiro, independentemente de cultura, idioma ou crenças religiosas. Creio que essas são metas dignas e justas.”

Um comentário:

  1. Ameiiiiiii! Obrigada por compartilhar, amiga querida. Beijoos

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget