18 de setembro de 2011

CONSOLO - II Coríntios 1:3–5

Imagem da Internet
1-Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
2-Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
3-Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.

O Élder Neal A. Maxwell assegurou-nos que Jesus Cristo irá ajudar-nos em nossas aflições:
“Quando tomamos sobre nós o jugo de Cristo, passamos a participar do que Paulo chamou de
‘comunicação das aflições de Cristo’. (Filipenses 3:10) Seja doença ou solidão,injustiça ou rejeição, (…) nossos comparativamente "pequenos sofrimentos” , se formos mansos, influenciarão profundamente nossa alma. Passaremos então a compreender melhor não apenas o que Jesus sofreu por nós, mas também o Seu incomparável caráter, o que nos levará a adorá-Lo ainda mais e até mesmo procurar imitá-Lo.
Alma revelou que Jesus sabe como socorrer-nos em meio a nossas dores e enfermidades, justamente por Ele já as ter tomado sobre si. (Ver Alma 7:11–12.) Ele conhece-as por experiência própria, de modo a ter empatia por nossa condição. Evidentemente não compreendemos plenamente esse fato, da mesma forma que não entendemos como Ele tomou sobre Si os pecados de todos os mortais, mas Sua Expiação continua sendo uma realidade redentora e consoladora”. (A Liahona, julho de 1997, p. 12.)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget