18 de setembro de 2011

TRISTEZA SEGUNDO DEUS



"Se uma pessoa fica triste apenas porque alguém descobriu seu pecado, seu arrependimento não é completo. A tristeza segundo Deus faz com que a pessoa deseje arrepender-se, mesmo que seu pecado não tenha sido descoberto, e a torna decidida a fazer o certo, sejam quais forem as conseqüências. Esse tipo de tristeza produz a retidão e conduz a pessoa para mais perto do perdão”. Presidente Spencer W. Kimball
(Repentance Brings Forgiveness, p. 8.)




“A tristeza segundo Deus é um dom do Espírito.
É o profundo reconhecimento de que nossas ações ofenderam a nosso Pai e nosso Deus.
É a clara e penetrante consciência de que nosso comportamento fez com que o Salvador,
Aquele que não cometeu nenhum pecado, o maior de todos, tivesse que suportar imensa dor e agonia.
Nossos pecados fizeram-No sangrar por todos os poros.
É uma verdadeira angústia mental e espiritual que as escrituras chamam de ‘um coração quebrantado e um espírito contrito’. (D&C 20:37)
Essa atitude é um pré-requisito absolutamente necessário para o verdadeiro arrependimento.”
Presidente Ezra Taft Benson (The Teachings of Ezra Taft Benson, p. 72.)





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget