9 de janeiro de 2012

Jesus nos fortalece pelo exemplo:




Era lento para condenar, como no caso da mulher pega em adultério (ver João 8:3–11).

Estava sempre pronto a perdoar, como na ocasião em que pediu o perdão do Pai para os crucificadores (ver Lucas 23:33–34).

Era compassivo, como ilustra o episódio em que chorou com Maria e Marta pela morte de Lázaro (ver João 11:33–36).

Era atencioso com Sua família, como no momento em que pediu que cuidassem de Sua mãe quando estava na cruz (ver João 19:25–27).

Pagava o mal com o bem, como quando restituiu a orelha decepada de um de Seus capturadores (ver Lucas 22:50–51).

Amava as crianças, como ficou evidente quando as abençoou (ver Mateus 19:14–15; 3 Néfi 17:21–24).

Era grato, como quando elogiou a mulher que o ungira com óleo (ver Lucas 7:44–48).

Estava sempre ávido por servir, como quando lavou os pés de Seus discípulos, ensinando-os a servir uns aos outros (ver João 13:4–17).

Estava disposto a sacrificar-Se, como mostra Sua Expiação pelos pecados do mundo (ver Mateus 26:35–45).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget